Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

Medicamento para a Cirrrose Hepática

 

 

 

"Experimentam com sucesso um medicamento contra a cirrose (em 2006)

 

 
"A partir da medicina genómica, cientistas da Universidade de Guadalajara experimentam em seres humanos um medicamento contra a cirrose hepática. Até o momento 90% dos pacientes mostrou melhoria.

Trata-se da última fase dos estudos clínicos para sua aprovação e comercialização com a participação de 150 pacientes com cirroses em fase avançada. A Agência de Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) avalizou o uso da molécula para este protocolo que é o primeiro no mundo.

Juan Armendáriz Borunda, diretor do Instituto de Biologia Molecular da Universidade de Guadalajara, explicou ao Jornal La Crônica de Hoy: "quando uma pessoa sofre cirrose hepática, o fígado apresenta uma cicatriz em suas células causando fibroses, algo assim como uma ferida que ao cicatrizar deixa morrer essa parte do órgão impedindo um funcionamento normal".

"Notamos que o medicamento diminui a inflamação, a necrose e o acúmulo de gordura que se dá no fígado de doentes cirróticos a partir de mecanismos celulares que melhoram a função do órgão, favorecendo a regeneração hepática através "de inibir alguns genes prejudiciais e da estimulação de genes benéficos para o metabolismo hepático", explicou o científico mexicano. Além disso, a medicina genómica está sendo aplicada neste estudo: "antes de analisar o paciente, e retirada uma amostra de sangue (ADN) e por meio desta, determina-se a resposta do indivíduo ao tratamento".

"A segunda etapa do estudo clínico envolveu durante dois anos a 40 pacientes, dos quais, mais de 60% tinha hepatite C com cirrose avançada, os outros tinham cirrose por alcoolismo; 80% deles mostraram melhoria quanto à regeneração celular do fígado prejudicado". Para que a FDA autorize o medicamento, "estamos administrando a pacientes cirróticos que têm o vírus da hepatite C, 1.200 miligramas diários em três dosagens de 400 miligramas".

Usando a ultrassonografia e realizada uma biopsia do fígado a qual e enviada ao patologista. Também são realizados exames de sangue cada dois meses, explicou o pesquisador. Kitocel é o nome com o qual o medicamento foi registrado ante o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual e a equipe do Dr. Juan Armendáriz Borunda espera obter o registro ante a Secretaria de Saúde em dois anos. A companhia Cell therapy and Technology, foi criada expressamente para o desenvolvimento deste fármaco pelo pesquisador mexicano.

Revistas médicas internacionais como Hepatology, e Journal of the Patology, deram seguimento pontual aos avanços desta pesquisa médica. Um dos mais destacados gastroenterólogos da América Latina, o Dr. David Kersenovich, do Hospital de Nutrição da Secretaria de Saúde diz que a equipe do Dr. Juan Armendáriz Borunda é um grupo de cientistas que tem idéias originais e muito boas. Porém, solicita ter cautela pois e necessário esperar a conclusão da pesquisa."

 

in http://www.soshepatites.org.pt/sos/index.php?option=com_content&task=view&id=34&Itemid=9

 

Esta notícia  foi publicada em  27/03/2006

em  http://www.hepato.com/p_cirroses/cirroses_20060327.htm

 

Dr. Juan Armendáriz-Borunda
Email: armendbo@cucs.udg.mx
in  http://www.springerlink.com/content/j324661128h4vp55/

 


 

 

Proteína ajuda fígado a se regenerar

"Factor que controla o desenvolvimento de neurônios é essencial também à reprodução de células hepáticas

Uma proteína conhecida por controlar o crescimento e diferenciação dos neurônios parece também ter um papel importante na regeneração do fígado. O estudo realizado na Universidade da Califórnia (EUA) sugere que a proteína, conhecida como p75NTR, pode ser um alvo promissor para tratamentos contra doenças como cirrose e hepatite. A proteína é expressa no sistema nervoso durante seu desenvolvimento ou quando este sofre danos. Além disso, é produzida em grandes quantidades nos fígados de humanos com cirrose e modelos animais da doença.

A equipe coordenada por Melissa Passino criou uma linhagem de camundongos transgênicos que não produzem a p75NTR e observou que essas cobaias produziam números menores de células chamadas hepatócitos em seus fígados. Elas são as responsáveis pelo incrível potencial de regeneração do órgão, já que têm uma grande capacidade de se multiplicar e formar novos tecidos. Esse processo envolve ainda as células estreladas hepáticas (ou células de Ito), que produzem uma matriz extracelular sobre a qual os hepatócitos proliferam. De acordo com os autores, a p75NTR parece ativar as células de Ito, induzindo-as a formar a matriz necessária à reprodução dos hepatócitos. O trabalho mostra que é importante manter os níveis da p75NTR e a atividade das células de Ito quando a regeneração de células do fígado for necessária, como no caso de transplantes.

in http://www.crfpa.org.br/Noticias/Abril%202007/02004not737.htm

 


 

Em 10/11/2003
 

 

Médicos da Universidade de Guadalajara revelaram que, pela primeira vez no mundo, foram revertidos casos de cirrose hepática em 40 pacientes.Tratados com o medicamento Pirfenidone, sete morreram e o resto melhorou bastante sua qualidade de vida. A cirrose hepática é uma doença crônica que degenera o tecido do fígado. Ela foi estudada durante um ano por um grupo de 30 especialistas do Instituto de Biologia Molecular em Medicina e Tratamento Genético, cujo diretor é Juan Armendáriz Borunda.

Jornal de Brasília Online

in http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/7931

 

 


 

 

 

Publicado em 19/01/2006 pelo Jornal El INFORMADOR - México (Texto original - Não se trata de uma publicação cientifica)


O responsável pelo Instituto de biologia molecular e medicina genómica da Universidade de Guadalajara (UdeG), Juan Armendáriz Boruna informou que realizaram trabalhos de protocolo clinico com o Pirfenidone, um medicamento antiinflamatório e antifibrotico no tratamento de doentes com cirrose induzida pelo vírus da hepatite C, sendo observado que 85 % dos pacientes experimentaram uma notável melhoria.

Informou que este tipo de protocolos está orientado a melhorar a qualidade de vida e o funcionamento hepático de pacientes com cirrose.

Em um futuro estudo serão incluídos 150 adultos maiores de 18 anos diagnosticados com fibroses hepática avançada ou cirrose, quem será tratados com uma dose diária do Pirfenidone durante dois anos. Na atualidade são 36 pessoas participando do protocolo

Os resultados de um estudo anterior demonstraram que dos pacientes tratados que tinham cirrose hepática por hepatite C e por álcool, mais de 85 % experimentaram uma recuperação notável, e que sua qualidade de vida melhorou".

A substância reduz a inflamação que se origina no fígado e também diminui os níveis de fibroses e o conteúdo de gordura neste órgão, além de que estimula a regeneração celular. A Universidade de Guadalajara continuamente realiza convênios com instituições não governamentais para dar solução a diversos problemas de saúde pública, como é este caso de cirrose hepática.

 

 in http://www.hepato.com/p_pesquisas/pirfenidone_20070129.html

 

 


 

New Clues for Liver Cirrhosis Treatment

 

 

""Dec. 27, 2007 -- Working with mice, researchers have found a molecule that prevents -- and even reverses -- formation of scar tissue in damaged livers.

The finding promises new treatments for cirrhosis and other scarring diseases of the liver, and perhaps for other scarring-related conditions such as pulmonary fibrosis, scleroderma, and burns.

Livers damaged by disease, toxins, or injury tend to develop excessive scar tissue -- a condition called liver fibrosis. This process lies at the heart of cirrhosis, in which bands of scar tissue overgrow the liver. There's currently no sure way to prevent or reverse this process once it's begun.

But excessive scarring happens only when a protein called RSK is activated in liver cells, find Martina Buck, PhD, and colleagues at the University of San Diego and the San Diego VA Healthcare System.

Mice genetically engineered to produce an RSK-blocking peptide did not develop liver fibrosis when poisoned with a liver toxin. And when the peptide was injected into normal mice, it protected them against the liver toxin.

"All control mice had severe liver fibrosis, while all mice that received the RSK inhibitory peptide had minimal or no liver fibrosis," Buck says in a news release.

Scar tissue is made up of a natural material called collagen. Liver cells called hepatic stellate cells (HSCs) don't make much collagen unless activated by the stress of injury or disease. Once activated, however, these cells make way too much collagen. The result: scar tissue.

The RSK inhibitory peptide causes these activated HSCs to self-destruct, while normal liver cells continue to heal the liver.

"Remarkably, the death of HSCs may also allow recovery from injury and reversal of liver fibrosis," Buck says.

Human HSCs work much the same way as mouse HSCs, so the findings should apply to human disease, the researchers suggest.

Buck and colleagues are hopeful that the RSK inhibitory peptide will be the model for a future human drug.

"We speculate that these findings may facilitate the development of small molecules potentially useful in the prevention and treatment of liver fibrosis," Buck and colleagues conclude. "Blocking the progression of liver fibrosis would decrease development of primary liver cancer in these patients since the majority of [liver cancers] arise in cirrhotic livers.""

 

in http://www.webmd.com/hepatitis/news/20071227/new-clues-for-liver-cirrhosis-treatment

 

 

 

publicado por CH às 22:02
link do post | comentar | favorito
|
blogs SAPO

.Visitas

Free Hit Counters
Free Counter

.posts recentes

. Cirrose

. Cirrose Hepática

. Encefalopatia hepática

. Doenças do Fígado

. Cientistas criam fígado a...

. O que é a cirrose hepátic...

. O chocolate amargo

. Cirrose

. Dieta na Cirrose

. Estágios da cirrose

. Cirrose

. Doença degenerativa do fí...

. Cirrose

. Patologia hepática - I pa...

. Endoscopias

. Cirrhosis Support Group

. Endoscopias em doentes es...

. O QUE SIGNIFICA AST (TGO)...

. Encefalopatia Hepática

. Cirrose Hepática

. Varizes esofágicas

. Varizes Esofágicas

. Encefalopatia PDF

. Rifaximina Xifaxan Encefa...

. Varizes esofágicas

. O que é a esteatose hepát...

. Gastropatia

. APEF

. Cirrose

. Vídeo

. O fígado

. Video

. Tratamento para o câncer ...

. Encefalopatia hepática

. Cirrose

. Cirrose e Diabetes

. MELD

. Cirrose

. Endoscopic Variceal Bandi...

. Endoscopy in advanced Cir...

. Cirrose do fígado pode ta...

. A encefalopatia hepática ...

. O Eltrombopag aumenta as ...

. Blog relacionado com as p...

. Fígado e Álcool: Quanto p...

. Histopathology Liver--Cir...

. Histopathology Liver--Alc...

. Histology of the Liver

. Esophagus varices

. Histopathology Esophagus ...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.Mais informação

.subscrever feeds

.mais sobre mim

.Etiquetas

. cirrose

. cirrose hepática kitocel pirfenidone

. colchicina cirrose fibrose

. diabetes insulina cirrose

. encefalopatia hepática

. encefalopatia hepática rifaximina

. endoscopia

. estágios cirrose

. esteatose hepática

. fígado

. gastropatia hipertensiva portal

. kitocel

. meld

. pirfenidone

. plaquetas

. rifaximina

. rifaximina xifaxan encefalopatia hepatic

. rifaximina xifaxan/flonorm

. rtp

. transaminases

. varizes

. varizes encefalopatia

. varizes esofágicas

. vitamina

. todas as tags

.A ter conhecimento...

online

.Pelo Mundo

free counters